[Resenha] Para Sir Phillip, com amor


 Título original: To Sir Phillip, with Love
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro

      Eloise Bridgerton tem 28 anos e ao contrário das irmãs Daphne e Francesca, ainda não se casou. Apesar de sempre ter sido considerada uma das mais belas jovens da alta sociedade e de ter recebido vários pedidos de casamento, a moça recusou todos e junto com sua amiga Penelope, já fazia planos de morarem juntas em uma residência de solteironas. Por mais comunicativa, extrovertida e simpática que fosse Eloise sempre usou as cartas para se comunicar com os parentes, amigos e até mesmo conhecidos que vivem longe. A atividade de escrever cartas toma a maior parte do seu dia, que apesar da grande quantidade de convites recebidos pela família, nada a deixa mais empolgada do que trocar cartas.


      Após a morte de Marina, uma prima distante e que sempre manteve pouco contato com a família, Eloise decide mandar uma carta de condolências para Sir Phillip Crane, o viúvo de sua prima, o senhor de Gloucestersleire. Marina havia deixado dois filhos, um casal de gêmeos de 7 anos, Oliver e Amanda que ficaram assustados com a morte da mãe. Aliás, não só as crianças, mas o próprio Sir Phillip havia ficado consternado, pois apesar de passar os dias trancada em seu quarto, sem manter contato até mesmo com os filhos, Marina nunca havia dado sinais de que chegaria a cometer suicídio.
      Quando recebeu a carta de Eloise, Sir Phillip achou-se no dever de agradecer a gentileza da prima de sua falecida esposa e junto com a carta também lhe envia uma flor prensada. A partir daí e mesmo sem se conhecerem pessoalmente, os dois passam a trocar cartas ao longo do período de um ano. Esse gesto acabou criando certo vínculo entre a jovem e o viúvo de sua prima, não chegava a ser um romance, mas certa amizade que os deixou um pouco íntimos.


      Ao final desse primeiro ano de trocas de cartas, Sir Phillip convida Eloise a visitar sua casa e quem sabe até a tornar-se sua esposa e ajudar na criação dos filhos dele. A princípio o pedido pareceu até ousado demais, principalmente porque a família da jovem, os Bridgertons não sabiam dessa troca de mensagens entre os dois. Mas, quando Colin, o irmão de Eleoise anuncia o noivado com Penelope, a melhor amiga da jovem, o mundo de Eloise vira de ponta cabeça.
      Assim a jovem decide aceitar o convite de Sir Phillip e aproveitando-se que a família estava ocupada em proteger Penelope durante o baile que estava sendo realizado na casa de Daphne, a jovem foge em uma carruagem de aluguel e viaja para residência de Sir Phillip, deixando para traz apenas um bilhete.


       Ao chegar à casa do seu pretendente, Eloise percebe que as coisas não serão tão fáceis assim. Os gêmeos, agora com 8 anos, são nada parecidos com anjinhos e tentam todos os troques e travessuras que conhecem para expulsá-la de casa. Já Sir Phillip, que sempre se mostrou disposto a manter o mínimo de conversa nas cartas, é na verdade um homem distante e omisso com a educação dos filhos. Enquanto ela se esforça para manter o ínfimo de dialogo com ele e não se arrepender de ter fugido de casa, Sir Phillip passa os dias trabalhando em sua estufa e tentando entender porque essa mulher fala tanto.
      Um romance leve e bastante divertido, “Para Sir Phillip, com amor” é de longe o livro mais engraçado da série dos Bridgertons até o momento. Longe dos tradicionais bailes da temporada e dos severos olhos da sociedade londrina, Eloise larga todo o conforto que conhece para se arriscar a viver um amor com alguém que nem conhece pessoalmente. Nesse livro, também podemos ter uma noção de como era a vida das pessoas que moravam em fazendas ou residências majestosas, mas que não ficavam muito próximas a capital da Inglaterra.

      Fora de sua zona de conforto, Julia Quinn também precisou se reinventar para descrever os cenários e a vida dos moradores da área rural da Inglaterra vitoriana. Essa nova paisagem mostra ao leitor que a vida da alta sociedade da época não se resumia apenas a Londres e seus bailes de temporada, além de estabelecer um novo cenário mais amplo para as histórias da série. 
       Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário