[Resenha] Ligeiramente Maliciosos


 Título original: Slightly wicked
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro

      Para Judith Law sua vida estava totalmente traçada. Viajando em uma diligência para morar na casa de parentes que mal conhecia, ela se permitia sonhar com uma aventura apaixonante e que mudaria sua vida para sempre. Em suas divagações, a jovem se imaginava sendo sequestrada por um bandoleiro que ao contrário do conceito da época, estava ajudando as pessoas e devolvendo os pertences roubados por um ladrão, até se encantar por ela. O sonho de Judith tornou-se bastante real, pois a diligência em que viajava virou e com o acidente, algumas pessoas se machucaram. Ao perceber que um desconhecido se aproximava a cavalo, os viajantes acenaram pedindo ajuda e como em sua aventura imaginária, a senhorita foi escolhida pelo desconhecido para montar em seu cavalo e seguir viagem com ele até a cidade mais próxima, em busca de ajuda para os demais.

      Lorde Rannulf Bedwyn adorava sua liberdade de solteiro e não estava disposto a casar. Sua avó o nomeou único herdeiro de suas propriedades e fortuna e sempre disse ao neto que desejava ter um bisneto em sua casa antes de morrer. Por causa disso, a senhorinha vivia arranjando moças que pudessem se tornar futuras esposas para seu querido e amado neto. Para atender aos desejos da avó, o lorde sempre ia encontrar as jovens, mas nunca nenhuma delas lhe chamou atenção suficiente para ser digna de sua liberdade. Agora, a avó havia dado um ultimato para que ele se casasse, pois segundo ela, estava bastante doente e necessitava que o neto atendesse seu maior desejo. Ao partir para visitá-la, Rannulf jamais imaginou que a velhinha estivesse realmente tão doente. Durante o percurso até a casa da avó, o lorde se depara com um acidente em uma diligência e entre as pessoas que se encontram na beira da estrada, uma bela ruiva lhe chama atenção. Seguindo seus instintos, ele a convida para acompanhá-lo até a cidade mais próxima e para sua surpresa a moça aceita.
     Juntos em um cavalo, Judith e Rannulf sentem a atração imediata. Mas, sabendo que esse encontro jamais passará de uma simples aventura, a moça não revela sua verdadeira identidade e se apresenta ao forasteiro como Claire Campbell, uma atriz que está em viagem pelas cidades do interior. Já Rannulf, que conhecia a fama de interesseiras das atrizes, também resolve usar uma falsa identidade, já que assim poderia manter o nome da família Bedwyn a salvo de qualquer possível problema futuro.  Assim, ele se apresenta à Claire como Ralf Bedard.


      Durante o tempo em que ficaram juntos (quase dois dias inteiros), Claire e Ralf se esqueceram de suas vidas, seus problemas e principalmente do futuro que os esperava. A intensidade da paixão vivida durante esses poucos dias transformou as ideias do jovem, que decide largar tudo para acompanhar a encantadora atriz em sua turnê. Mas, para sua decepção a moça foge, deixando-lhe apenas um bilhete de despedida. Agora, só resta a Rannulf / Ralf partir para seu destino e lembrar a doce aventura que teve com a misteriosa e bela atriz Claire Campbell.
       Ao chegar à casa do tio, Sir George Effingham, Judith logo percebe que sua vida não será nada fácil. A tia (irmã do seu pai) deixa bem claro que ali, a moça será apenas uma criada de luxo, sem direito a nenhum tipo de regalia ou descanso e cuja obrigação é ser acompanhante da avó. Devido às curvas do corpo que chama atenção por onde passa, a jovem tem todas as roupas alteradas pela tia. Nada vestidos acinturados e muito menos curtos ou com decote, e os cabelos que sempre foram alvo de admiração e elogios dos homens, serão definitivamente obrigados a permanecer cobertos com toucas de solteirona.
       Todo seguia seu curso, até que o possível futuro noivo de Juliane, a prima de Judith, aceitou o convite para visitar a propriedade da família Effingham. Porém, para surpresa de Judith, o tal noivo era ninguém menos que Ralf Bedard, ou melhor, lorde Rannulf Bedwyn. Após o choque imediato, a jovem fica um pouco decepcionada e ao mesmo tempo aliviada por não ter sido reconhecida pelo rapaz. Mais, isso dura pouco tempo, já que após uma simples troca de olhares o lorde percebe a atriz que virou seu mundo de ponta cabeça, escondida naquelas roupas folgadas.


      O primeiro impulso de Rannulf é pedir Judith em casamento, mas ela recusa por causa da culpa que sente por ter se entregue a uma aventura e por achar que o lorde só estava fazendo isso por remorso e culpa. Por causa disso, ela passou a se sentir bastante constrangida por ter que fingir que não conhecia o rapaz que estava na propriedade para cortejar sua prima. Como se não bastasse essa confusão, quando Brandwell o irmão de Judith, chega à propriedade acompanhado do primeiro filho do tio, o clima fica ainda mais tenso. O rapaz tenta a todo custo ter um caso amoroso com Judith e, além disso, os credores não param de correr atrás do irmão da jovem.
       Mesmo com todos esses problemas, Judith consegue levar a vida sem perder a calma. Quando chega o dia do baile que sua tia esta organizando é que surge o grande problema: as joias da avó de Judith desaparecem e a pobre jovem é acusada de roubo. Agora, ela deverá fazer de tudo para provar que é inocente e para isso ela contará com a ajuda de Lorde Rannulf e toda família Bedwyn, incluindo o duque de Bewcastle.


      Confesso que demorei para me encantar com a história. No início achei a narrativa um pouco lenta, já que diferente do primeiro livro, as coisas giram praticamente em torno do casal de protagonistas e em como Judith sofre. Mas, a partir do momento em que a ação começou de verdade, lá perto do meio do livro, é praticamente impossível de soltá-lo. Afinal quem não gosta de um drama de vez em quando.
      Outra coisa que acho bastante interessante nos livros da série é o fato das mocinhas serem mulheres de gênio bastante forte. À principio, elas até aceitam o que é imposto pela sociedade, mas em determinado ponto da história, elas resolvem que podem dá outro rumo em suas vidas e assim fazem. Enquanto Eve se sacrifica por um bem maior no primeiro livro, aqui Judith praticamente é obrigada a deixar seus sonhos de lado por causa da família. O que prova que mesmo com objetivos totalmente diferentes, as mocinhas de romances épicos podem surpreender o leitor com suas atitudes ousadas.


      Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 



Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário