[Resenha] Mundo sem fim


 Título original: World without  end
Autor: Ken Follett
Editora: Arqueiro

      Para começar,  quero logo deixar bem claro que esse foi meu primeiro contato com os livros do Ken Follett e que eu ainda não li “Os Pilares da Terra”, que teoricamente tem a história que precede “Mundo sem fim”. Porém, quando eu li a premissa deste livro, fiquei bastante interessada pelos acontecimentos do mesmo. Bem, a minha edição é a que possui dois volumes, e foi publicada no final do ano passado pela editora Arqueiro. No total, essa edição possui 1.152 páginas, fonte de tamanho 10 (eu acho) e pouco espaçamento entre as linhas e parágrafos. Porque estou dizendo isso logo de cara? Para você perceber que a leitura pode ser desgastante, mas também é bastante envolvente.


      “Mundo sem fim” é um romance histórico, uma característica do autor, que se passa no período medieval, durante o século XIV, em um vilarejo, o priorado de Kingsbrige. Os personagens principais da trama são quatro crianças (Caris Whooler, Merthin Fitzgerad, Ralph Fitzgarald e Gwenda Wighleigh) que presenciam um assassinato. O crime une a vida dessas quatro pessoas até o final de suas vidas, já que eles juram guardar segredo sobre o ocorrido. Os protagonistas e os outros personagens tornam-se maduros à medida que o leitor vai avançando na história.
      Devido à época em que a leitura começa é fácil reconhecer o poder da igreja em influenciar as atitudes diárias dos personagens e também como o sistema feudal ainda é pouco explorado nas aulas de história das escolas. Além disso, as cenas de sexo descritas no livro beiram a obscenidade que sinceramente, não contribuem em nada para a história em si. Acho que apenas a insinuação do ato que rá ocorrer, seria suficiente para nós leitores entendermos a cena.


      Além dos personagens principais, vários outros se destacam ao longo da história, o que em minha opinião é bastante interessante, principalmente pela quantidade de páginas do livros. Outro fato que me chamou a atenção, é que os personagens agem a vida inteira da mesma  maneira, sem alterações na personalidade, o que no universo apresentado na trama dá a entender que as pessoas não são influenciadas pelo meio ou pelas ações que acontecem ao seu redor.
      A ambientação dos cenários que aparecem no livro é muito rica em detalhes, o que transporta o leitor para o período feudal em que a história se passa. Vemos fortalezas sendo erguidas e grandes monumentos aparecerem bem diante dos nossos olhos ao longo da leitura.


      É impossível esquecer a quantidade de pessoas que foram mortas por causa da Peste Negra. Ao longo dos 40 anos em que a história se passa e ainda podemos acompanhar um pouco dos acontecimentos da Guerra dos Cem Anos, fatos mais do que importantes para a história mundial. Isso sem esquecer é claro, a precisa descrição de como os tratamentos médicos eram realizados no século XIV.
      Para terminar que deixar bem claro que, neste livro repleto de mocinhas e mocinhos dos tempos em que uma dama mostrar os tornozelos era pecado, quem realmente se destacam são os vilões que dão um toque todo especial a trama.

Sobre os personagens principais:

      Merthin e Ralph são irmãos filhos de um cavaleiro que foi rebaixado e passou a viver da caridade dos monges do Priorado. Embora mais novo, é Ralph que sempre demonstrou habilidade com as armas. Já Merthin cresceu desenvolvendo suas habilidades na Carpintaria.
      Gwenda desde cedo aprendeu a lidar com as dificuldades que a vida lhe apresentava. Roubava quando criança para ajudar no sustento da família. Depois, ao se tornar adulta continuou a não medir esforços para proteger aqueles que amava.


      Já Caris é uma menina rica, gentil e de temperamento forte, que não se deixava levar facilmente. Desde criança manteve um namoro às escondidas que resistiu a tudo. Mesmo tendo ideias que ajudariam o Priorado a prosperar, mas era ignorada em suas teorias principalmente por ser mulher, uma característica da época feudal e que ainda hoje é praticada em várias partes do mundo. Principalmente quando a mulher se destaca acima dos homens.

      Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). Bjoxxx e até a próxima =) 




Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário